Escolha uma Página

Salve Amante das cordas!

Seja bem vindo a mais uma aula do Blog do Alabama! 

Aeeee chegamos na última aula do nosso intensivo de Modos Gregos, e finalmente veremos uma aplicação modal para utilizarmos nas improvisações.

Como venho mencionado as aulas desse intensivo foram extraídas do meu Curso Definitivo dos Modos Gregos, por isso vou disponibilizar nesse arquivo, todo material usado no curso para a aplicação do Modo Jônio

Aplicação do Modo Jônio

Primeiro grau (maior) da escala maior

 Cinco tons e dois semitons:

T – T – ST – T – T – T – ST

Exemplo em C (primeiro grau Campo Harmônico Maior de C).

Aplicação

► O Modo Jônio é usado na categoria dos acordes maiores, a sua tétrade, por se tratar do primeiro grau do Campo maior é M7+, exemplo em G, G7+ ou Gmaj7.

► O quarto grau semitona com a terça maior, o que pede resolução na mesma, tornando impraticável o repouso no quarto grau sobre o acorde maior ou M7+

► Quando o acorde em execução for M7+, até mesmo a tônica da escala deve ser tocada com cautela, pois semitona com a sétima maior, grau que sobrepõem a tônica, tornando-a mais forte, o que pede resolução na mesma.

► Ainda pensando no acorde M7+, ao evitarmos o quarto e a tônica da escala nos sobra apenas o segundo grau, terceiro, quinto, sexto e sétimo, analisando os mesmos no campo harmônico de G maior teremos: A, B, D, E, F#, exatamente as notas que formam a escala Pentatônica menor de Bm, o que nos leva a pensar que ao executar a Pentatônica na terça de qualquer tonalidade, teremos uma escala sem notas a evitar.

Modo Jônio 3 Notas Por Corda em Graus

Arpejos

 ► O arpejo do seu terceiro grau, no exemplo em G maior, teremos Bm, trabalha com ótimos graus para o Jônio, Terça, Quinta, Sétima maior e Nona, são extensões interessantes para esse modo.

► A única forma de caracterizar o modo Jônio será unindo a sétima maior com a quarta justa, pois esse Modo é o único que tem essas duas extensões na mesma fórmula, logo chegamos à conclusão que o arpejo de Bm7(5b) tem esses graus e pode ser uma boa sobreposição para caracterizar o mesmo, lembrando que a quarta deve ser usada apenas como passagem, ou usada sem problemas sobre o acorde M7+(11).

Pentatônicas

 ► Como mencionado anteriormente podemos usar a Pentatônica no terceiro grau do Modo Jônio, dessa forma estaremos retirando as notas ruins e sobrando apenas notas boas para aplicação, fique à vontade para usar a blue note, lembrando-se que ela é utilizada somente como passagem.

  

Acordes

 ► Obrigatoriamente o Modo é aplicado sobre acordes maiores e você pode combinar as extensões de sua fórmula para criar acordes de uma harmonia para o modo Jônio.

Pentatônica Alterada

►Digitações derivadas do Modo Jônio

Modo Jônio – T  2  3  4j  5j  6  7+

Pentatônica Jônio – T  3  4j  5j  7+

É isso! Agora é só aguardar a super WorkAula, que é uma aula ao vivo que eu faço no meu canal do YouTube, sendo que esta vai seu um especial de fechamento da série Intensivo Modos Gregos, anota ai.

06/06 – WorkAula Modos Gregos AO VIVO!!!

Para que você possa acompanhar e entender como aplicar as dicas acima, assista o vídeo que eu publiquei no YouTube no dia 26 de Maio de 2020, chamado “Intensivo Modos Gregos – Parte IV – Tudo Sobre o Modo Jônio”. Para assistir, basta clicar na imagem abaixo:

Se você já faz parte do #TeamAlabama, muito obrigado por fazer parte desta imensa família de aprendizes da música. Se você ainda não faz parte do #TeamAlabama, junte-se a nós! Você não paga nada por isso e você aprende ou aperfeiçoa os seus conhecimentos na guitarra. Fica aqui o meu convite especial para você fazer parte de nossa família.

Como? Visite o meu website www.mauricioalabamaonline.com e inscreva-se. É gratuito e você recebe emails com conteúdo valioso (como o deste artigo). Junte-se a nós!

Lembre-se o conhecimento não veio até você para ficar preso. Nos ajude a criar uma comunidade ainda mais forte na música, convidando seus amigos a participar do #TeamAlabama.

Forte abraço e até a próxima!

Mauricio Alabama